Arquivo da tag: poesias

DELICADEZAS – Sirley L. Passolongo


Certas delicadezas acalmam as dores da alma.

Sirley L. Passolongo

via g+ por Marta Lima

image

delicadeza

Deixe um comentário

Arquivado em JEITO FEMININO

Poesia de Pedro Leite Júnior- DOR


D O R

Dias vazios sem te sentir receber amor
Aqui não há mais ninguém por perto
O silêncio no meu coração, como vento do deserto
Diz que sou capaz de sentir apenas dor.
 
Na rua passam as pessoas de volta da festa
No céu rondam as nuvens negras de segredo comigo
Elas sabem que eu não tenho nenhum amigo
E vão lavar com lágrimas de chuva essa minha dor.
 
Sondo da cortina escondido através da fresta
Pois aquele que lamenta tem medo de ser flagrado
A noite não passa, ora chove ora eu choro fatigado
Enjoado de na vida só sentir dor…
 
Todos os sonhos que passaram e nenhum ficou…
Tantas pessoas que vieram e seguiram seu rumo
Mais uma noite atrás do computador, eu não durmo
Mas digitar depressa não aplaca minha dor.
 
 
Por que Deus fez da vida sofrimento?
Por que não soprou pra mim um amor de verdade?
Quando chega o domingo eu não esqueço esse momento
Quando vem o sábado eu fico a penar com a mesma dor!
 
Pergunto pra Deus por que é que estou vivendo
Eu estou vivendo? Não sei o que é viver de verdade
Queria estar na rua abraçado com alguém bebendo
E não trancado nessa sala de mãos dadas com a dor.
 
(Pedro Leite Júnior)
 
Link para o post no Recanto das Letras: Pedro Leite Junior- Dor

Pedro Leite Júnior escreve poesia desde os quatorze anos.
É autor do livro”Sonhos Esfumaçados”(Cidadela Editorial).
Seus poemas retratam o sentimento do momento e sua visão do mundo absurdo em que ele vive.
Seu poema “Panegírico da Loucura” foi contemplado com o diploma de Neófito da Ordem no concurso Literário Landa Lopes, de Sorocaba-São Paulo,
ao concorrer com mais de 4 mil poemas.

Foi escolhido para fazer parte do livro “Landa Lopes na essência dos poetas”.
Já foi selecionado também para várias antologias da CBJE do Rio de Janeiro e é um dos nomes na edição de 30 anos da Scortecci, São Paulo/SP.

Vejam mais poesias  em seu blog: sonhos esfumaçados

2 Comentários

Arquivado em JEITO FEMININO, POESIA

poesias de Glorinha Gaivota


publicadas no orkut.

Deixe um comentário

Arquivado em Computadores e Internet, JEITO FEMININO, orkut, saudade e lembranças no orkut