Arquivo da tag: jj

HEAL (Cura-me) – Estrangeiro João – Legendado


Deixe um comentário

19 de junho de 2015 · 6:42 PM

High Hopes – Estrangeiro João – legendado


Deixe um comentário

19 de junho de 2015 · 6:35 PM

Another Love (Outro amor) – Estrangeiro João


Deixe um comentário

19 de junho de 2015 · 6:19 PM

Recomendo o vídeo- ANYTHING – Edição por J J – O Criador


“… o que você quiser… o que você precisar…”


SIMPLES ASSIM

Deixe um comentário

Arquivado em JEITO FEMININO, Música, vídeo

Recomendo o vídeo – POR UM MINUTO- edição por J J – O Criador


“… e que se acabem os segredos…”

Ainda bem que O Criador João retornou com seus vídeos. Tem tradução, tem frases de autores consagrados, tem frases de autoria dele mesmo.

Gosto muito de ver os vídeos feitos por ele.

Seja bem vindo… JJ – bom retorno!
AMANHÃ

Deixe um comentário

Arquivado em JEITO FEMININO, Música, vídeo, vídeos

Poesia de Negra Noite- EU NÃO NASCI ONTEM


Deveria ter dito

que nasci de repente…

Não assim, desde antiga data.

Eu nasci completo

e o tempo me fez disperso.

Não sei onde ficaram os cacos

de uma vida a descoberto.

Joguei-me ao mundo

pensando na felicidade

e o momento foi meu inimigo,

fez-me esquecer a dura realidade.

Hoje, não contente, vejo-me velho.

Não de corpo e alma,

velho de sentimentos.

Todos eu os perdi

nesse grande lapso de tempo.

Dou-me por vencido,

envergonhado e disforme.

Não me traduzo em contentamento,

desse sentimento ando confuso,

Na tristeza busco consolação

pra minha alma sem juizo.

Talvez ainda aja tempo

Para amar e ser amado.

Só meu velho coração

ainda deve ter

a necessária condição.

De resto despeço-me

por antecipação.

Aos ventos norte e nordeste

deixo uns pequenos versos,

desvarios de uma mente perversa.

Ao cruzeiro do sul,

à minha estrela-guia,

um sopro de emoção difusa.

Aos meus herdeiros,

se eu os tivesse,

deixo minha lição.

Aos meus pais e irmãos,

parentes sem condições,

digo-lhes: Até Breve,

um dia ainda estaremos juntos!

À você, que viu algo escrito por mim,

que de mim ouviu palavras soltas,

desconexas talvez,

deixo o meu alento.

Foi-me proveitoso

as horas em que conversamos.

No mais, nada mais posso deixar.

Tudo em mim agora já passou.

Espero as horas que nunca serão dias

e dias que nunca  serão meses…

Deixo somente

minha breve existência e,

talvez,

uma eterna lembrança,

um “Adeus”, um “Tchau”

um “Até logo”…

(Negra Noite- 07/12/2012- 08:15h -13:23h- especialmente para ti, JJ

O pão sem a manteiga

Deixe um comentário

Arquivado em eu sou assim, JEITO FEMININO, Música, milena medeiros, POESIA, vídeo, vídeos

Poesia de Milena Medeiros – TALVEZ- dedicado ao amigo “O Criador” (João)


Quantos “talvez”
existem em nosso dia a dia.
Mas nenhum deles
diz de nós,
realmente…
e se o diz…
tapamos olhos e ouvidos…
Às vezes
não os queremos ouvir…
 
(Milena Medeiros – 19/11/2012 -20:47h- Google mais – especialmente para o amigo João)
Dedicado ao amigo João (O Criador) por sentir desde agora a sua ausência, pela sua despedida do Google +, do Youtube e de tudo o mais. Que seja feita a sua vontade… e que essa vontade se reflita em seu estado de espírito, fazendo-te se acalmar, transformando a tempestade que te varre o espírito em amiga que te traz sementes férteis para o porvir…
 
 

Deixe um comentário

Arquivado em JEITO FEMININO, milena medeiros, POESIA