Arquivo da tag: alma de poeta

KARNAL  -Só pessoas éticas têm amigos (Leandro Karnal) / E um diálogo sobre o tema, entre duas amigas.


Diálogo sobre o que este vídeo nos fez pensar, com a amiga M Elaine, via whatsapp…

[1/7 12:22]  alma de Poeta 🍇🍡🌸: Ah. Vou me inscrever no canal do Karnal!…

Vamos juntar alguns amigos e dizer que somos um sucesso!

[1/7 12:25] M Elaine📓📑: Verdade! Vou fazer esse teste, contar umas vantagens 😂

[1/7 12:26] alma de Poeta 🍇🍡🌸: Não… Conte o sucesso verdadeiro. Aquele que você  acha  que não é sucesso.. até pra você acreditar em si mesma.

[1/7 12:26]  M Elaine📓📑: Vish, Alma… acho que vou continuar com “amigos” … rsrs…

[1/7 12:28] alma de Poeta 🍇🍡🌸: Não… Vai ter reais amigos, de verdade!

O nosso salário parece baixo até que você nada tem… Lembra do primeiro salário?!!!… Como ele era um grande salário? Só que nós, pobres, gastamos como ricos. O rico não gasta mais que 20℅ do dinheiro dele.Não compra souvenirs… Etc…

Nós gastamos 100℅ com coisas  que não devíamos… Pois estão aquém de nossa realidade… Como trocar de celular… Melhor tv…

[1/7 12:36] M Elaine📑📓: Embora não me considere muito consumista de certos produtos…a gente às vezes tem umas ambições tolas.

[1/7 12:36] alma de Poeta🍇🍡🌸: se não sonharmos como ricos seremos realistas e o salário renderá.

[1/7 12:37] M Elaine📓📑: Ultimamente só quero levar uma vida onde possa aflorar minha mente …meu corpo não sente necessidade de muita matéria.

[1/7 12:37] alma de Poeta🍇🍡🌸: Continue!

[1/7 12:37] M Elaine📓📑: É mais fácil viver nossa realidade, né?!

[1/7 12:37] alma de Poeta🍇🍡🌸: O simples nos dá liberdade.

[1/7 12:38] M Elaine📓📑: Comentei, esses dias, com um amigo, sobre essa tal busca de ascensão financeira…mas ele acha que tenho papo de pobre conformista …

[1/7 12:38] alma de Poeta 🍇🍡🌸: Mas… Olhe… Viver a realidade sem sonhar como rico. Se não .. Sofrerá.

 Poderemos crescer com nossa realidade, sem ambição desajustada.

[1/7 12:39] . M Elaine📓📑: Sim… é mais ou menos isso que estive conversando com ele, acho que perde muito tempo de vida em busca de dinheiro, sendo que o que ele ganha é suficiente pra muita coisa boa.

[1/7 12:39] alma de Poeta 🍇🍡🌸: lembremos como era  em tempo de criança… Estudávamos sem sonhar o futuro.

[1/7 12:40] M Elaine📓📑: Então ele poderia focar em outras expansões…

[1/7 12:40]  M Elaine📓📑: Verdade … é lição de se levar pra vida!

[1/7 12:40] alma de Poeta 🍇🍡🌸: Nos formamos no colegial e já começamos a sonhar… Erro…

[1/7 12:41] M Elaine📓📑: A gente compra os sonhos que o sistema vende… não são nossos sonhos genuínos, por isso a sensação de incompletude em muitos casos, inclusive de pessoas que possuem dinheiro.

[1/7 12:41] alma de Poeta 🍇🍡🌸: Podemos buscar crescer em nossa busca… Até ganhar mais. Mas… Não adianta ganhar mais se continuamos no desajuste…o salário que parecia ótimo começará a ser pouco de novo.

Quando você diz… “que fica com sua realidade…” – Muitos dirão isso que seu amigo disse…

[1/7 12:43]  M Elaine📓📑: Sim eu bem sei… poucos compreenderão o motivo genuíno dessa frase.

[1/7 12:43] alma de Poeta 🍇🍡🌸: Mas… se você aprendeu a viver com sua realidade… ver que pode ter o necessário para sua felicidade… será teu sucesso! E, ainda assim… Ele poderá achar que você é conformista.

[1/7 12:44]  M Elaine📓📑: Ainda tenho alguns pontos de desequilíbrio, amiga…mas nessa coisa de consumo não me perco.

[1/7 12:44] alma de Poeta 🍇🍡🌸: Bravo!!!

 Nós, pobres, somos consumistas, por isso a mídia tem tanta propaganda voltada pra nós. (Veja se tem isso pra ricos!)… Prá que sejamos escravos… Devedores eternos do seu senhor.

[1/7 12:45] M Elaine📓📑: Estou tentando fazê-lo entender. É uma boa pessoa, só está se desgastando com coisas desnecessárias que não o torna feliz.

[1/7 12:48] alma de Poeta 🍇🍡🌸: Não há interesse do senhor de escravos fazer seu escravo livre.

[1/7 12:48] . M Elaine Zap📓📑: Exatamente!
Uma sociedade presa e voltada para o consumo é mais útil pro mercado do que pensadores livres.

[1/7 12:48] alma de Poeta 🍇🍡🌸: Os ricos são nossos senhores dentro de seus empreendimentos necessários à nós… Telefonia… gás… tv…

[1/7 12:53]  M Elaine📓📑: Nem fale!!! …Olha que estamos falando do básico pra se viver! Porque a estrutura social nos faz dependentes desses péssimos serviços.

[1/7 12:55] alma de Poeta 🍇🍡🌸: A estrutura social….o senhor dos escravos em cima…. Nós…. Escravos…. Embaixo! Mesmo com altos ganhos… Somos escravos dos senhores…. Você só entrará para o círculo dos senhores de escravos se tiver tanto quanto estes

[1/7 12:59]  M Elaine📓📑: Nunca foi meu intuito entrar para a “clã”. 

[1/7 12:59]  M Elaine📓📑: Deixe-me de fora, viver da maneira mais leve que for possível, tentando me desprender das cordas.

[1/7 12:59]  M Elaine📓📑: Com minha falha sede de liberdade!.

Deixe um comentário

1 de julho de 2016 · 2:02 PM

BASTA UM OLHAR, APENAS – Milena Medeiros


image

“Quando tudo for silêncio, se permita entender um olhar

Milena Medeiros

Deixe um comentário

Arquivado em JEITO FEMININO

Poema Gótico de Negra Noite- sobre a fragilidade


“Não me atemorize.
Sou das frágeis contas do mar…”

(Negra Noite- 21/03/2014)

 

Poema feito especialmente para a comunidade Dark Side no Google+

Maurizio Del Gaizo

Dark Side (g+) comunidade

Deixe um comentário

22 de março de 2014 · 9:37 PM

À vocês – Meus seguidores por email – homenagem de Milena Medeiros


Como posso agradecer?

Talvez por essas poucas palavras…

Que no carinho de todos os tempos

são alguns já meus conhecidos

e outros mais  ainda não.

Quero deixar essa homenagem

à tão belos seguidores

que caminham em silêncio

sem alarde, sem pedir atenção…

Só quero que o amor

sempre chegue ao seu coração,

amigo leitor – amigos seguidores!

À VOCÊS,

AMIGOS VIRTUAIS,  AMIGOS ESPIRITUAIS…

(Milena Medeiros- Alma de Poeta- 22/03/2014)

pop art bakr

Deixe um comentário

Arquivado em JEITO FEMININO

O QUINTAL DO VIZINHO- por Negra Noite (pensamentos)


Para o público em geral, informo que muitos de meus textos estão publicados no site: 

 http://www.recantodasletras.com.br/autores/milenamdiego/

São, atualmente, 553 textos publicados  com  um total de leituras: 18833

Hoje já publiquei alguns, online.

Um deles é este:

O QUINTAL DO VIZINHO

“Há muitas cabanas dentro de nós… umas cabem o mar inteiro …  e outras um céu todo estrelado… mas cuidamos apenas de olhar pelas janelas o quintal do vizinho!”

(Negra Noite- 02/02/2014- em comentário ao texto: “UM POUCO DE MIM…” do colega de Recanto: “APENAS UM GENTLEMAN”)

Quintal do vizinho

Olhar pela janela

Deixe um comentário

Arquivado em JEITO FEMININO, milena medeiros, POESIA

APRENDI – Milena Medeiros / Maná- hasta que te conoci


Imagem

Hoje estou mudada.

Aprendi a usar algumas armas, para que eu me ferisse menos no mundo virtual tanto quanto no mundo real.

Aprendi que não posso expor em demasia meus sentimentos mais profundos, íntimos ou pessoais.

Aprendi que não devo acreditar em promessas carinhosas sem conhecer a pessoa no mundo real.

Aprendi que devo tomar novas formas de falar o que sinto sem expor as pessoas que me seguem, me conhecem, me amam.

Aprendi e estou renovando-me como uma folha nova na árvore antiga.

Atualizei perfis e blogs, encerrei contas e serviços.

Desculpem-me aqueles que se sintam feridos…

Peço que entendam-me e apoiem…

Beijos

Milena Medeiros

04/08/2012

Deixe um comentário

Arquivado em JEITO FEMININO

Texto de Milena Medeiros – À espera de um amor


Então me diga se ainda tens amor para me ofertar. Já não sou tão desesperada quando antes, em que eu te procurava por aí, nos arrebaldes de minha solidão, Amor. 

Hoje, mais serena, talvez mais velha, sei que estás próximo, em algum lugar, e eu sento-me ao banco da solidão, empunho meu guarda chuva da esperança e te aguardo um pouco mais… talvez ainda não se demore como os anteriores, as paixões que tive, os desamores que se fizeram no tempo…

Sento-me aqui, em silêncio, não te falarei de mim, escutarei de ti, somente.

Não me verás te sorrir pois o sorriso te guardo para os momentos mais lindos que tivermos…

Não recolherás minhas mãos entre as tuas por simples apego, lhes darei elas em companhia nas tardes chuvosas ou ensolaradas, num terno passeio a dois…

Não me ouvirás falar que te amo assim, de repente, sem te conhecer a profundo…

Te falarei de meu amor pelo meu olhar, somente. Pelos meus lábios a procura dos teus… pela minha paixão refletida em minha pele…

Talvez nem saiba ler esses instantes… mas aguardarei que se aprofundes nestas leituras de alma

(Milena Medeiros – 23/02/2013 – online no WordPress- 16:54h)

 

imagem publicada no google+ por Maurizio Del Gaiso

Aguardando o amor

Deixe um comentário

Arquivado em eu sou assim, JEITO FEMININO, milena medeiros, POESIA

UMA PEQUENA HISTÓRIA DESTE BLOG- Milena Medeiros


Há um tempo fiz esse blog. O primeiro em minha vida. Era um blog muito pesado constituído de diversas plataformas, denominado “LIVESPACE” – um blog inserido no msn (hotmail, messenger, livespace), com um aprendizado muito difícil. Poucos se atreveram a usá-lo. Aqueles que não foram crédulos o bastante para seguir em frente ficaram na arquibancada participando como público, sempre aplaudindo esses blogueiros audazes.

Eu, um certo tempo, estava usando uma das primeiras formas de internet. Uma muito lenta. O livespace como era bastante pesado, demorava horas para se completar e muitas vezes eu desisti.

Quando coloquei uma internet melhor, mais veloz, fui a fundo, atravessando cada etapa de aprendizado desse livespace.

Quando consegui atingir o ponto que eu achava estar bom, o livespace foi vendido para o WordPress.

Alguns amigos blogueiros acabaram desistindo de seus blogs, caso da Carlenebrasil (Lene), essa amiga que sempre está comentando algo que publico aqui, assim como a Maru (Mirian Liliane- da Argentina), e muitos outros…

Eu segui os passos de transferência para o WordPress. E então, por vários meses, ele ficou a deriva. Interessei-me pelo Blogger (produto do Google) e lá montei outros blogs pela facilidade de utilização. Pela simplicidade de estruturar um modelo de blog do nosso jeito.

E então, um belo dia, voltei a olhar o WordPress como um desafio a ser ultrapassado (vencido).

E aqui estou, aprendendo novamente a montar, a aplicar, a estruturar o meu tão querido primeiro blog.

Notaram que no início eu, imatura, ainda tenho os erros e os inconvenientes de uma aprendiz. Eu ainda não consegui consertar de todo.

Este ano, aqui venho mais constantemente. Aprendendo aqui e ali, lendo, relendo os meus posts, editando alguns,  e, assim, eu mesmo me incentivo a vê-lo com os meus primeiros modos de olhar daqueles tempos… Um olhar de ternura, de estar se fitando ao espelho, se reconhecendo… E estou reconhecendo este meu blog que fora tão preterido. Por isso, vocês podem verificar meu constante atendimento à ele.

Notem que não o sei bem ainda, mas já me familiarizei o bastante.

Quem sabe o WordPress traga mais ajuda em nosso bom idioma português para nós brasileiros não tropeçarmos tanto em uns poucos obstáculos para se montar ou manter o blog neste site.

Muito da ajuda deles ainda está em inglês…

Com isso, amigos, seguidores ou aqueles que vem em busca de algo, mostro o princípio, o meio e o fim de todas as minhas publicações aqui. Uma vida, um cotidiano. Nele estão muito de meu caminho no Orkut, onde aprendi a usar solicitando ajuda a terceiros que vieram a se tornarem amigos e seguidores. Tem publicações desses amigos de lá (do orkut) que deixaram suas marcas, suas andanças na internet. Muitos não os tenho mais como companheiros de internet, pois já exclui muitos perfis montados no Orkut e com isso perdi vários desses colegas do mundo virtual. Assim como os que conheci no SONICO, no HI5, no UOL+, no VIDEOLOG e outros tantos por onde naveguei.

À esses deixo meu muito obrigado. Amei cada um da sua forma de ser como eles também me amaram do meu jeito de ser.

Tropeções, tristezas, desavenças, carinhos mútuos, inconformismos, disputas sadias, meiguice, troca de informações, de receitas de vida… tudo de certa maneira foi registrado aqui, neste blog que era conhecido como ALMA DE POETA e eu assinava simplesmente como “MILEN@”.

Procurem se inteirar das publicações iniciais. Nas publicações iniciais  estão histórias de vida, de dia a dia…  Ali pode estar a sua vida, o seu caminho… Ali pode estar uma frase sua dita em algum tempo do passado… Ali pode ter uma imagem que você compartilhou comigo ou com amigos no Orkut, no Youtube, ou em outros sites. Ali pode estar você, simples e humano, sem isso de ser um MUNDO VIRTUAL apenas, passando a ser o nosso MUNDO REAL E HUMANO!

Sejam bem vindos,  sempre!

Milena Medeiros (Milen@) – 10/novembro/2012

4 Comentários

10 de novembro de 2012 · 10:36 PM