CHICO XAVIER – um privilegiado?!

Estava lendo alguns artigos sobre Chico Xavier, compartilhados na internet, e achei bem interessante este, que mostro hoje:  

“PRIVILÉGIOS DE CHICO XAVIER”

Resposta de Chico Xavier a um senhor que lhe perguntara, em 1977, durante uma reunião na cidade de São Paulo , se o médium, ao estar completando 50 anos de mediunidade, se considerava uma pessoa privilegiada. O texto está inserido no livro ” Encontros no Tempo”, organizado por Hércio Marcos C. Arantes.

“Meu amigo, eu não sei quais são os meus privilégios perante os Céus, porque fiquei órfão de mãe aos cinco anos de idade, fui entregue à proteção de uma senhora que, durante dois anos, graças a Deus , me favorecia com três surras de vara de marmelo por dia.

Empreguei-me numa fábrica de tecidos, aos oito anos de idade. E nela trabalhei durante quatro anos seguidos, à noite, estudando na escola primária durante o dia. Não podendo continuar na fábrica, empreguei-me como auxiliar de cozinha, balcão e horta, num pequeno empório, durante mais quatro anos. Em seguida, empreguei-me numa repartição do Ministério de Agricultura, na qual trabalhei trinta e dois anos, começando na limpeza da repartição até chegar a escriturário, quando me aposentei.

Em criança, sofri moléstia de pele, fui operado no calcanhar, onde me cresceu um grande tumor; sofri dos doze aos quinze anos de coréia ou “mal de São Guido”;  fui operado em 1951 de uma hérnia estrangulada, acompanhei a desencarnação de irmãos que me eram particularmente quaridos em família; sofri um processo público em 1944, de muitos lances dificeis e amargos , por causa das mensagens do grande escritor Humberto de  Campos; em 1958, passe por escandalosa perseguição com muitos noticiários infelizes da imprensa, perseguição de tal modo intensa, que me obrigaram a sair do campo reconfortante da vida familiar em Pedro Leopoldo, onde nasci, transferindo-me para Uberaba, em 1959, para que houvesse tranquilidade para os meus familiares, que não tinham culpa de eu haver nascido médium; em 1968,  fou internado no Hospital “Santa Helena”, aqui em São Paulo, para ser operado numa cirurgia de muita gravidade, e, agora, no princípio deste ano do cinquantenário de minhas pobres faculdade mediúnicas, agravou se em mim um processo de angina que começou em novembro do ano passado …  angina essa com a qual estou lutando muito.

Se tenho privilégios, como o senhor imagina, devo ter esses privilégios sem saber!”

Fonte:

Chico Xavier diálogos e recordações

Deixe um comentário

Arquivado em JEITO FEMININO

Agradeço ter visitado o blog e comentado. Logo responderei. (Milena)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s