Poesia de Emma Lensk (DEIXE-SE AMAR)

Deixe-se amar

Por que estais sozinho esta noite ?
Não hesite por um segundo, nem meio.
Caminhe ao meu encontro
E deixarás a solidão de hoje,
De amanhã e todo o sempre.
Segurarei tuas lindas mãos
Mesmo que calejadas,
Jamais deixarei alguém machucá-la.
O medo não precisa existir
Entre nós, o sentimento não precisa extinguir.
Deixe este caminho escuro.
Deixe esta solitude.
Sinta comigo a chuva
Que lava a dor de sua alma
E entrega a ti esperança e calma.
O amor é o natural dos seres
Não retenha-o,
Pois uma vez contido, petrificado,
Ele jamais se entregará.
E tudo apodrecerá… Você,
Seu coração, o amor e meu ser.
Já sei…
Estais sozinho pois
Esta é uma noite
Como todas as outras.
E você não cede, não se mexe.
Se quiseres, estarei te esperando
Entre, faças o que quiser
Pegue um vinho, me beije, tome um banho.
Mas não digas que não quer,
Não aguentaria ver teus olhos partindo
Em busca de outros braços,
Em busca de uma outra qualquer.’
(Emma Lensk)
Texto publicado no Recanto das Letras

Perfil  no Recanto das Letras: EMMA LENSK

Deixe um comentário

Arquivado em JEITO FEMININO, POESIA

Agradeço ter visitado o blog e comentado. Logo responderei. (Milena)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s