Poesia de Milena Medeiros – UM PEDAÇO DE SOLIDÃO

uma flor esmaecida presa à cerca

UM PEDAÇO DE SOLIDÃO

Ficou
dependurada na cerca
da imaginação
um pedaço
de um pobre coração
Despedaçado
como pétalas de flor
soltas aos ventos…
Ficou, ao sol poente
de um dia qualquer
desses que não se marcam
nas agendas do pensamento.
Ali, definhou…
Amarelecido pelas horas
que não passaram
ou passaram em vão…
Somente uma estrela
soberba
ao céu sem lua
chorou…
Foram as suas lágrimas
que esse coração salvou…
De pedaços caídos
ao chão batido
um pequena flor
de colorido esmaecido
como a lembrar saudade
vingou…
Deu frutos de amor
e enfeitiçou a lua
daquela meia noite
sem cor…
É pelas altas horas
de uma madrugada fria
que se notam acima
a lua a brilhar
a estrela a piscar
e um cometa passar…
O AMOR, EMBORA EM PEDAÇOS, TRANSFORMA O CÉU, A TERRA E O MAR EM UM PEQUENO UNIVERSO DESTA GRANDE GALÁXIA!
(Milena Medeiros-29/09/2012)

1 comentário

Arquivado em eu sou assim, JEITO FEMININO, milena medeiros, POESIA

Uma resposta para “Poesia de Milena Medeiros – UM PEDAÇO DE SOLIDÃO

  1. Lene

    MA-RA-VI-LHA! Adorei.

Agradeço ter visitado o blog e comentado. Logo responderei. (Milena)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s