Poesia de Negra Noite- MONOTONIA

MONOTONIA

Costumava ser tão fácil
seguir pela vida.
Os contratempos
existiam
e mesmo assim
Nunca eram maiores
que a força
e a coragem de ir em frente…

Hoje, preocupada,
vejo-me monótona.
Aqueles perfumes
que outrora abriam
as flores de minha alma
agora não menos
choram
a saudade que lhes restou…

(*Negra Noite-27/08/2012)

3 Comentários

Arquivado em eu sou assim, JEITO FEMININO, milena medeiros, POESIA

3 Respostas para “Poesia de Negra Noite- MONOTONIA

  1. humm!parabéns amiga!O segredo da felicidade é encontrar a nossa alegria na alegria dos outros.

  2. Lene

    Lindo, lindo, lindo! Mas faz assim ó… No lugar da saudade que trouxe tanta monotonia, caminhe pelos jardins da vida com nova força e coragem e, encontrará a mais linda e perfumada flor que fará sua alma parar de chorar e embelezará ainda mais seu lindo rosto com um sorriso. Bjs, manamiga.

Agradeço ter visitado o blog e comentado. Logo responderei. (Milena)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s