À JANELA

ESGUEIRO-ME
ACINTOSA
À JANELA.

PERCEBO-TE AO LONGE
ANDARILHO
SEM CAMINHO.

Deixe um comentário

Arquivado em desejos, distante, escravidão, eu sou assim, máscaras da ilusão, morrer, rceliamendonca

Agradeço ter visitado o blog e comentado. Logo responderei. (Milena)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s