Nostalgia- Milena Medeiros

Nostalgia
A noite chega
a mansidão da tarde já se vai.

Assim também
vou eu
em caminhos  escuros
ruas desertas
chuva que 
faz estrelas brilharem
ao chão.

Sigo,
deserta de mim
nostálgica talvez
triste
cabisbaixa

Há muros ao redor
espinhos
na relva molhada

Minha pele
se corta
leves traços
demarcam o espaço
entre o sangue
e a água.

Também
 em meu coração
pedaços desprezados
delimitam
os sonhos
da dura realidade.

Cai ainda a chuva
intrigante sonoridade
que se espalha ao ar.

A gélida penumbra
 deixa marcas
em mim.
Ainda há a madrugada
a espreita
da hora morta.

A morte
enfim!
[Milena Medeiros]
31*03*10

Deixe um comentário

Arquivado em JEITO FEMININO

Agradeço ter visitado o blog e comentado. Logo responderei. (Milena)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.